Segunda feira

Eu nunca quis tanto que uma segunda feira chegasse como eu quero que a próxima chegue.

Hoje é sexta feira, você está no trabalho, eu estou em casa, e sei que sentimos uma saudade imensamente recíproca. Fizemos uma coisa que ambos odiamos, que é conversar ao telefone, pra ver se essa saudade se acalma um pouco. E acalmou.

Você me traz paz. Mesmo de longe. Mas não vejo a hora de te sentir, seu toque suave e quente, seu beijo doce e calmante, seu abraço reconfortante que se encaixa no meu.

Logo eu que sempre gostei tanto de rotina tenho odiado! Mas a gente tem aprendido a driblá-la e conseguido nossas brechinhas de amor.

Você acabou de dar notícia, no seu intervalo, e me senti tão bem por conversar esse tiquinho com você! É incrível a capacidade que você tem de me fazer bem. Perto ou longe, você me faz bem.

Faço por você o que faço apenas com meus pais, conversar ao telefone. Só pra matar um pouco da saudade e aguentar até te ver. Seus áudios são todos salvos no telefone, pra me acalmarem nos momentos de saudade desenfreada. Mas gosto mesmo é da sua voz, principalmente quando é sussurrada ao pé do ouvido e me arrepia todinha.

Eu nunca quis tanto que uma segunda feira chegasse.

E a cada segundo ela parece que vai demorar mais! Pode isso?

Parece que a saudade faz isso, prolonga o tempo quando a gente tá longe, mas faz o tempo voar quando a gente tá junto.

Eu sei que quero segunda feira. Como jamais quis outro dia.

Publicado em Amores | Com a tag , , | Deixar um comentário

Desejo

“Como pode desejar tanto uma pessoa assim?” Foi o que você me disse quando voltou pra me dar um último beijo de despedida.

Confesso que fiquei sem resposta. E não consigo encontrar nenhuma até agora.

Não sei a qual forma de desejo você se referiu, mas eu me refiro a todas. Desejo afetivo, sexual, amoroso, carinhoso e qualquer outro que exista. Sei apenas que desejo. Intensamente. Da melhor forma possível.

Desejo seu bem. Que você se sinta bem consigo mesmo, com os outros, comigo, com as responsabilidades, mas principalmente consigo mesmo. E se necessário, estou aqui pra te ajudar a sentir assim. Às vezes tudo o que a gente precisa é de alguém que nos ajude a espantar nossos demônios e descobrir todo um mundo novo que eles nos impediam de enxergar. Se eu for essa pessoa pra você, sorte de nós dois.

Desejo você. De corpo e alma se entregando pra nós. Nós que formam um dos laços mais belos já vistos pela humanidade. Seu corpo é um dos mais belos caminhos que gosto de percorrer. Só não é mais belo que o caminho percorrido pra te encontrar. Nossos corpos se desejam, se encaixam e se amam. Chega a ser algo próximo do involuntário quando eles se encontram. Assim como nós, é tudo fora do normal!

Desejo seu amor. Da forma mais pura e simples que possa ser. Que seja verdadeiro, como tudo que vejo em você. Verdade. Uma pessoa de verdade, que ama, que tem medo mas que vive.

Desejo estar com você. Assim, simples. Eu e você. Assim como disse Mateus Santana; “‘eu e você’, só isso mesmo, tem rima não mas é poesia”. Desejo ser com você poesia, cor, alegria e amor. Apenas ser. Amor.

Continuo sem saber como é possível desejar tanto assim uma pessoa, mas sei que desejo.

O que sei é que desde que você chegou parei de procurar respostas pra tudo e decidi me entregar ao sentimento mais belo e puro que já senti por alguém!

Um beijo!

Publicado em Amores | Com a tag , , | Deixar um comentário

Você aguça meus sentidos

Você aguça todos os meus sentidos quando chega perto de mim.

Visão, olfato, tato, paladar e audição. Meu sexto sentido, e todos os outros que podem existir. Sabia que pesquisas dizem que existem entre 9 e 33 sentidos diferentes que eles chamam de percepções?! Você aguça todos os meus.

Visão. Meus olhos brilham ao te ver, ou até mesmo ao falar de você. Qualquer pessoa que estiver perto pode comprovar isso. Vejo suas menores imperfeições, a cicatriz um pouco acima de sua sobrancelha esquerda e sua alma. Essa pra mim é a parte mais linda que vejo em você. Alma que brilha e emana paz. Que faz o bem e quer o bem. Alma que sente.

Olfato. Meu cérebro já tem seu cheiro gravado e consegue identificá-lo imediatamente. Cheiro que grudou em mim e acalma. Relaxa. Cheiro doce de menino que vive em um homem. Seu cabelo tem perfume de você. Não de shampoo, nem condicionador, nem nada. Apenas de você. Uma mistura da essência de sua pele com a da alma, se é que isso é possível. Mas você tem tornado até o que eu pensava mais impossível em real, então não duvido.

Tato. Basta ver você se aproximando que minha pele anseia por seu toque quente e calmante. Ao menor sinal de contato entre nós nossas energias se unem, se multiplicam e se transbordam. A gente se faz bem. Afirmo isso pelo que vejo e sinto. Nossas energias se misturam e explodem em amor.

Paladar. Mesmo longe sinto seu sabor. O gosto de seu beijo doce e suave que me envolve e me leva pra uma outra dimensão. Uma dimensão só nossa onde só a gente sabe o que sente. Adoro te beijar logo após você escovar os dentes, você fica com gosto de menta e amor. Tudo fica saboroso quando tem você por perto.

Audição. Meus ouvidos amam os vários tons da sua voz. Quando me diz qualquer coisa ao pé do ouvido, todo o meu corpo se arrepia e se delicia com seu tom suave. Quando gargalha ao menor sinal de humor, quando começa a reclamar de qualquer coisa que te incomode, quando a gente conversa sobre nós e vê o quanto tá bem junto um do outro. Um tom de voz pra cada fala, todos me encantam.

Meu sexto sentido. Esse mesmo, que diz sobre a espiritualidade, sobre coisas além do que se vê. Já te disse e repito, nosso amor vai além do que se entende. Desde o começo sinto tua energia boa, o brilho da tua alma. Você aguçou meu sentido além do palpável. Você me apresentou sua galáxia interior, que tem se juntado a minha e formado uma nova galáxia: a nossa.

Você tem me mostrado que amor é mais do que apenas sentir. E que sentir é simples, surpreendente e assustador.

Mas mostrou que vale a pena.

Mostrou amor.

 

Publicado em Amores, Basicalidades, Textos, Vida | Com a tag , , | Deixar um comentário

Seja bem vindo

Meu amor, seja bem vindo.

Bem vindo ao meu coração, meu bem mais precioso onde você tem conseguido um lugar especial.

Você e essa sua singularidade me ganharam de um jeito fácil, que até assusta às vezes. O mundo tem complicado tanto as coisas, tem feito tudo ser tão difícil, que quando algo simples vem de uma forma tão leve a gente demora a acreditar.

Você tem trago leveza a minha vida. Meus dias têm se tornado mais calmos, mais bonitos, mais cheios de vida. Eu venho me redescobrindo a cada dia que se passa com você na minha vida. E isso é maravilhoso. Depois de tanto tempo me redescobrindo como um ser individual e desacreditada de ser possível ser plural, com você consigo ver um novo mundo de pluralidade.

Peço desculpas por ser uma bagunça às vezes, por parecer distante, mas é tudo muito novo pra mim. Já te disse e repito, nunca antes me senti assim. Eu sei que cada experiência na vida é única, mas com você tem sido de uma singularidade assustadora e extremamente deliciosa.

Serenidade e você são quase sinônimos pra mim, por mais que você não acredite. Sua alma irradia luz e ilumina meus dias, traz calma e aconchego. Você tem me trago paz.

Seja bem vindo meu amor. Bem vindo a esse meu mundinho cheio de manias e sorrisos que se encantou pelo seu mundinho de novidades e descobertas.

Sorte de nós dois que esses mundos se encontraram.

Seja bem vindo, meu amor.

Publicado em Amores, Basicalidades, Mulheres, Textos, Vida | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

Nós somos coração

Como pode uma pessoa que chegou em tão pouco tempo mexer tanto com nossa vida?

Arrancar sorrisos, levar palavras embora, trazer paz e tranquilidade. Tudo isso é recíproco. Essa é a melhor parte.

Adoro quando acordo e posso ficar te observando, como tô fazendo agora. Esse rostinho angelical de quem já passou por muita coisa nessa vida e tem medo do que vem pela frente, mas que decidiu arriscar. Assim como eu tô fazendo.

Viemos nessa vida pra ser ímã. Mas não ímã que se completa, ímãs que se transbordam. Em que ambos são suficientes mas precisam um do outro pra se dar conta disso. Tudo é recíproco, tudo é feito de coração. Nós somos coração.

Acho a coisa mais linda quando você abre os olhos, me olha e sorri. Traz um sossego que há muito eu não via. Não me dá a menor vontade de sair do seu lado. E não sairei. Já disse.

Muito iguais em algumas coisas, muito opostos em outras. Alguém me disse que juntos somos um equilíbrio. O equilíbrio necessário nesse mundo desequilibrado.

Não tenho mais o que dizer pra você agora, que parece despertar. Vou largar o telefone e ficar com você.

Um beijo!

Publicado em Amores, Mulheres, Textos, Vida | Com a tag , , | 2 comentários

Mulher

Você me fez sentir mulher.

Não que eu não me sentisse antes, mas tinha sempre a sombra da insegurança que me acompanhava e me impedia de me sentir totalmente mulher.

Até você chegar.

Chegar e mexer com tudo aqui. Me fazer ficar horas tentando achar algum sentido nisso tudo até decidir aceitar e só. Chegar e me fazer rever tudo o que eu já tinha decidido pra vida há algum tempo. Me fez ver o mundo com novos olhos, e o principal, me ajudou a me ver de verdade.

Sua presença me trouxe paz, segurança, sorrisos, vivacidade. Me fez sentir mulher. Tem me feito conhecer um novo mundo.

Cada pequena coisa que você faz me faz sentir melhor. Comigo, com você, com essa situação, com o mundo. Você pode até não acreditar, mas cada elogio seu, cada carinho, cada “qualquer coisa vinda de você” me deixa bem. E pode ter certeza que farei de tudo que puder para que você acredite nisso. Nessa diferença que você fez em minha vida.

No quanto você me fez sentir mulher.

No quanto você me faz sentir bem.

Publicado em Amores, Mulheres, Textos, Vida | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Ficar

Motivos pra correr de alguém sempre existem. Mas você me mostrou mais motivos pra ficar.

Ficar e ver no que vai dar tudo isso.

Não sei se são seus olhos, seu abraço casa ou seu jeito desajeitado. Ou tudo. Mas eu quis ficar. O pouco que vi me mostrou o muito que está escondido dentro de você. E eu como boa curiosa, faço questão de descobrir cada detalhe seu.

Hoje mesmo vi uma frase que dizia assim “a vida é curta demais para você alimentar o medo de amar de novo” (obrigada Mafê <3). E isso só acrescentou mais esperança aos meus pensamentos recentes, sobre se permitir e se deixar viver o momento.

Numa geração que tem pregado o desinteresse, encontrar alguém disposto a ser recíproco e que, mesmo com medo, se permite viver é raro. E faz a gente querer ficar.

Ficar pra dividir sorrisos, alegrias, raivas e doces. Ficar pra ser companhia numa madrugada com medo da chuva. Ficar.

Ficar sendo laço, quando o mundo quer nó. Ficar sem palavras, quando o medo quer voz.

Ficar.

Simples assim.

Publicado em Amores | Com a tag , , | Deixar um comentário

Dengo

Alice mal cabia em si de felicidade que abraçou a tela do computador na esperança de que conseguisse assim alcançar seu dengo através da tela, mesmo sabendo o quanto isso era impossível.

Esse moço mexe com ela desde que suas vidas se cruzaram. E ela ainda não acredita nisso, no fato disso estar acontecendo com ela quando já havia desacreditado há tempos dessas coisas do coração.

“Essa carinha boa me derrete todinho” foi o que ele disse pra fazer o coração de Alice igualmente derreter. Foi aí que ela percebeu que seu coração já estava derretido desde a primeira conversa. Mal sabia ela que amigos em comum levariam a isso tudo. Que pra ela já é muito. Mexe com ela.

Dessa vez ela não sentiu medo nem receio hora nenhuma. Dessa vez tudo foi diferente. Nem a tal expectativa ela criou. Mas ela acredita estar sendo a melhor experiência. A mais inesperada. A que tem trago as melhores coisas para sua vida. Nunca ficou tão sem palavras quanto tem ficado, mas nunca ficou tão feliz assim.

Moço que quando se junta à Alice vê seus cabelos se entrelaçarem na mesma velocidade que suas mãos, que parecem se conhecer a uma eternidade. Moço que fez o gelo do coração dela derreter completamente ao primeiro toque de sua mão.

Moço que fez Alice acreditar que também pode ser feliz com alguém.

Publicado em Amores, Basicalidades, Textos, Vida | Com a tag , , | Deixar um comentário

Sorte

Vem cá, gruda em mim e deixa eu te amar um tiquim.

Não posso te garantir sobre o amanhã, mas sobre o frio na barriga de agora, posso te dar certeza. Meu toque tem aprendido sobre você, meu olfato começou a decorar seu cheiro e meu abraço já se moldou no seu.

Meu coração já aceitou que o seu chegou abalando todas as estruturas, que por tanto tempo se mantiveram intactas e pretendiam ficar assim pra sempre. Mas é aquele ditado, quando a gente menos espera as melhores coisas acontecem. Sem previsão de duração, sem previsão de quase nada, só de alegria.

Sabia que trevo de quatro folhas é sorte? Pois tu é o meu. Só consigo acreditar nisso, sorte. Assim, nua e crua. Sorte. Não existe explicação lógica por trás disso. Só me restou aceitar.

Tu me fez acreditar em tudo que eu já não acreditava mais, me fez deixar o riso leve e solto ao teu lado, me fez dar a volta na cidade pra dividir sorrisos (como se já não fossem divididos a todo instante) e querer dividir um colchão e o chocolate.

Tu me mostrou paz e reciprocidade, e isso é a única coisa que consigo te garantir.

Enquanto tudo isso nos for permitido.

Publicado em Amores, Textos | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Hoje é dia da saudade

Hoje é dia da saudade.

Saudade a gente tem de tudo, de coisas, de gente, de momentos, e do que mais pode existir nesse mundo.

E não se pode esquecer sobre a diferença de saudade e falta. Dia desses fui numa missa de sétimo dia e o padre explicou essa diferença de uma forma tão simples e tão linda. Não me lembro bem as palavras, mas ele disse que sentir falta não é tão grandioso quanto sentir saudade.

Sentir falta é coisa pequena, a gente sente falta por conveniência, não era algo tão marcante na vida. Mas sentir saudade, aaaaah, isso é grandiosíssimo. A gente sente saudade de alguém por exemplo e junto vem uma enxurrada de memória. Sentir saudade é coisa boa, por mais que doa (e gera rimas). São momentos, sorrisos, histórias, tudo junto. E traz um conforto pro coração.

Como tudo na vida, a saudade tem o lado bom e o ruim, a gente tem que escolher sentir o que faz melhor pra gente. Eu escolho sempre o lado bom.

A mesma coisa acontece quando a gente sente saudade de sutilezas. Já falei e sempre vou falar disso. É um bom dia que a gente esquece de dizer, um elogio que pode mudar o dia de uma pessoa, uma brincadeira boba só pra ver alguém sorrindo. O mundo hoje tem focado tanto no “ter” e tem deixado tudo tão descartável que ninguém se importa mais com sutilezas. E quando a gente acha alguém que se importa, o coração bate até mais forte.

Saudade é nostalgia, é melancolia, é amor. É palavra difícil de definir e impossível de traduzir. Mas tão fácil de sentir. É lembrança que vem e afaga o coração, é choro que sai ao ouvir a música especial que lembra alguém, é riso frouxo quando alguém se divide com a gente. Saudade é tudo. É muito.

E acho que é isso que tem deixado os sonhadores e amantes tão nostálgicos e melancólicos, a tal da saudade. E também acho que é por isso que a gente tem que se espalhar pelo mundo, aproveitar quando a gente encontra alguém que sente o mesmo e mostrar pro mundo que as sutilezas podem voltar, que sentir saudade não é tão ruim quanto parece.

Sentir saudade faz parte. E a gente vai sentir pra sempre, seja do boa noite não dito, seja do sorriso ao acordar.

Publicado em Amizades, Amores, Basicalidades, Textos, Vida | Com a tag , | 2 comentários